Rádio Líder FM de Acopiara

WebTV Acopiara - A televisão da Terra do Lavrador

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Câmara Municipal de Acopiara foi a única no Brasil onde os vereadores de oposição votaram contra o reajuste de 8,5% para o magistério


A Câmara Municipal de Acopiara entra definitivamente para a história como a única no Brasil a votar contra um reajuste de salário para os professores. Diga-se de passagem: os professores e o sindicato da classe estavam satisfeitos com o índice. 

 O reajuste de 8,5% sobre o vencimento do magistério foi proposto pela Prefeitura Municipal de Acopiara através de um Projeto de Lei que tramitava na casa desde o início de março. O fato histórico ocorreu hoje (23) e foi protagonizado pelos vereadores de oposição, com exceção do vereador Ronaldo Morais (PCdoB) que votou pela aprovação. 

Os edis ligados ao ex-prefeito de Acopiara chegaram a afirmar que só votariam no projeto se o artigo 2º da Lei fosse suprimido, ou seja, desautorizando o atual gestor a dá reajuste a partir de 2015 através de Decreto. 

É importante salientar que após um amplo debate entre os parlamentares o tal artigo foi suprimido do projeto a partir de uma emenda da vereadora Simone Vieira. 

Inclusive, a emenda foi aprovada com os votos dos vereadores de situação Simone Vieira, Lindomar Rodrigues, Janaína Holanda, Jurdan Teixeira, Zé Estênio, Eduardo Gaspar e Ronaldo Morais, oposição. Em seguida o presidente interino da casa, vereador Vicente Júnior colocou o Projeto de Lei para discussão. Sem discussão o Projeto foi para votação. 

Votaram a favor: Simone Vieira, Lindomar Rodrigues, Janaína Holanda, Jurdan Teixeira, Zé Estênio, Eduardo Gaspar e Ronaldo Morais, oposição. 

Contra: Itamar Feitosa, Will Almeida, Cícero Ramos, Mundoca, Cicinho de Otaviano e Josefa Marly. Como o vereador Vicente Júnior presidiu os trabalhos o voto dele só seria computado em caso de desempate (apesar de ser contrário a Lei). 

O Projeto só seria aprovado com anuência de dois terços da câmara. A vereadora Lara Teixeira não participou da sessão, pois, estava viajando. 

Em tempo 

Há quem diga que antes da sessão os vereadores de oposição se reuniram com o ex-prefeito da cidade e a ordem foi votar contrário o benefício para os professores sob pena de retaliação. Recentemente, o ex-prefeito fez sérias ameaças a seus vereadores em programa de rádio.

 Relembre o áudio:

<embed src="http://www.4shared.com/embed/4779226924/33869b3f" width="470" height="80" allowfullscreen="true" allowscriptaccess="always" type="application/x-shockwave-flash"></embed>